Este site usa cookies de análise para coletar dados agregados e cookies de terceiros para melhorar a experiência do usuário.
Leia a Política de privacidade completa .
EU ACEITO

Logo UISG Piazza di Ponte Sant'Angelo, 28 | 00186 Roma, Italia | Tel: 0039 06 68 400 20 | Mob: +39 3441734506 | coordinator@talithakum.info

| | | |

NOTÍCIAS

DE VOLTA

10 Dezembro 2019

Somchai, escravo libertado da prisão do mar

Historias de renacimiento

“Meu nome é Somchai e tenho 40 anos, muito dos quais vividos com a minha família, em uma favela na Tailândia. A minha vida não tem sido fácil. Não pude estudar porque os meus pais eram pobres, não tinha documentos e sofria e ainda sofro de esquizofrenia. Ganhava a vida vendendo lixo.

Quando tive a oportunidade de me embarcar em um barco de pesca aceitei a proposta, estava cansado de tanta pobreza. Eu sonhava viajar pelo mundo. Infelizmente, encontrei-me em uma situação pior do que antes: comia pouco e jamais repousava. Mesmo o pagamento prometido jamais chegou. Depois de alguns meses fui abandonado em uma ilha da Indonésia. Não entendia a sua língua, sofri muito. Tentei fugir, mas foi somente graças à ajuda da Cáritas e, depois, da Talitha Kum que pude reconquistar a liberdade e retornar à Tailândia.

As religiosas me ajudaram a obter os documentos que eu nunca tinha tido e acompanharam o meu caso, ajudando-me a obter o ressarcimento por danos e construir uma nova casa, onde vivo com os meus pais. Retomei o meu antigo trabalho e as Irmãs da Talita Kum continuam me apoiando a viver com dignidade, não obstante a minha doença”. (TK Tailândia).

Crédito da foto: © Lisa Kristine

A REDE
NO MUNDO

As redes de Talitha Kum encontram-se en todos os continentes e coordenam os esforços contra o tráfico de pessoas de 50 redes intercongregacionais organizadas em nível nacional-local; e 10 redes de coordenação conjuntamente diferentes países articuladas em nível regional.

* Dados do Censo de Talitha Kum 2021

SUBSCREVER PARA
NOSSA NEWSLETTER

PRIVACY

Idioma em que você deseja receber na newsletter

“Quando as teias da aranha se juntam,
elas podem amarrar um leão”

(provérbio Etíope)