Logo UISG Piazza di Ponte Sant'Angelo, 28 | 00186 Roma, Italia | Tel: 0039 06 68 400 20 | Mob: +39 3441734506 | coordinator@talithakum.info

FACEBOOK | YOUTUBE | TWITTER | INSTAGRAM | VIMEO

NOTICIAS

ATRÁS

22 Semptiembre 2019

10 anos de comprometimento contra o Tráfico, 10 histórias de renascimento: Maryam

Talitha Kum: 10 anos de comprometimento contra o Tráfico, 10 histórias de renascimento

#1 Maryam, do cárcere ao trabalho de educadora 

“Eu tinha cerca de 20 anos quando encontrei, pela primeira vez, uma das Irmãs de Talitha Kum na prisão: tinha sido presa porque a ‘madame’ me havia denunciado por exploração de prostituição.
Tinha decidido deixar o meu país, a Nigéria, depois da morte de meu pai. Queria ajudar a minha mãe e os meus irmãos. Chegada à Itália com a promessa de um trabalho, encontrei-me nas ruas, sob a orientação de uma ‘madame’ que me submeteu a violências físicas e psicológicas. Pensava que, quando a dívida fosse paga eu estaria livre desse pesadelo. Mas eles sempre pediam mais dinheiro. Sozinha e sem documentos acabei na prisão, mesmo sendo inocente. Foi uma Irmã que vinha me visitar e dar-me outra oportunidade. Ela confiou em mim e convenceu a sua comunidade na Sicília a acolher-me em sua casa e ajudou-me a obter prisão domiciliar. Nestes últimos anos, graças à ajuda das Irmãs consegui transformar a minha vida e a ajudar outras jovens, que caíram como eu nas mãos dos traficantes. Hoje, estou feliz: sou mãe e tenho uma bela família, agradecida à   comunidade que me acolheu e onde trabalho como educadora”. (TK Itália).  

Dar agora

LA RED
EN EL MUNDO

Talitha Kum está presente en 92 países, en los 5 continentes: 14 en África, 18 en Asia, 17 en América, 41 en Europa, 2 en Oceanía. Las redes de Talitha Kum: 44 redes nacionales: 9 en África, 11 en Asia, 15 en América, 7 en Europa y 2 en Oceanía. 7 coordinación regional: 2 en América Latina, 3 en Asia, 1 en Europa y 1 en África.

INSCRIBIRSE A
NUESTRA NEWSLETTER

PRIVACY

Idioma en el que desea recibir en el newsletter.

“Quando las arañas unen sus telas,
pueden matar a un león”

(proverbio Etíope)